11 de jan de 2007

Loucura

Loucura
é
chorar
e
não tentar
secar as lágrimas

Loucura
é
estar triste
e não buscar
a alegria

Loucura
é
sofrer
e
não ver onde
o alento

Loucura
é
fugir
quando
o enfrentamento
abre caminho
pra
ser feliz

Às vezes
a
loucura
é arma
pra se manter
a
vida

Um comentário:

Anônimo disse...

Seu poema foi uma excelente maneira de começar a semana.
Obrigada pela clareza, beleza e simplicidade nele reunidas.

Melânia Costa
PS. Catarina me deu endereço do espaço: passarei por aqui sempre.