31 de ago de 2007

no fundo do fundo

no fundo do fundo

no fundo do fundo
da gruta
olho a paisagem
penetro, não vejo
o que olho
no fundo penumbra
deslumbra
não vejo
Desejo?

Trocas

Trocas

perdi o meu anel
no mar
perdi muito mais
perdi o corpo jovem
perdi a despreocupação
as ações inconseqüentes
perdi a cor bronzeada

não pude mais encontrar
mas encontrei algo novo
encontrei novos rostos
novas formas
capacidade de discernimento
experiências inúmeras

uma vez chorei na praia
o amor que se perdeu
encontrei-me em novo amor
amor fiel que permite
amar a outros também
amor por mim

meu anel que virou concha
meu amor que já cresceu
e floresceu

perdi nada
onda levou anel
trouxe saber
em maturidade
troquei