31 de dez de 2007

Obscuro

Já não sei por onde sigo
desconheço esta estrada
tento encontrar no mapa
e nada
busco pistas no escuro
nem sei se existe muro
fico paralisada
uma luz, então, se acende
e ilumina tudo
mas de nada, nada adianta
se eu só vejo a luz

BiláBernardes

Publicado no Recanto das Letras
em 30/12/2007Código do texto: T797429


Maria Angélica querida "Obscuro "faz pensar na luz que cega mo men ta nea mente

Inspiração em"Obscuro "

na extrema luminosidade
um Branco total
VAZIO
uma nova idéia a nascer
zaz traz
Flash
a cortina se abre
da cartola do mágico
um pássaro...
uma flor
mil e uma possibilidades
um arco-írís em leve seda dança...
surpresas
superam os planos
as retas
poê-nos em circulo
ascendentes mariposas
feito bailarinas
ao nascer do sol...

bjs virgínia

19 de dez de 2007

Natal 2000


É Natal
luzes piscam
por toda a cidade
gente corre
apressada
empacotada
carros andam
entupindo
nossas ruas

É Natal
pobres deitam-se
nas calçadas das esquinas
povos doam
consciências aliviam
poucos vão
agradecer ao Deus menino
o comércio se enriquece
nas vitrines

É Natal
paz amor
em muitos cantos
lado a lado
muitos morrem
matam
se revoltam
por não terem
mesmo destino
de quem compra
com dinheiro
sua sina.


Bilá Bernardes