27 de mai de 2012

Olho do Furacão

Estou no olho do furacão
Estou no centro do redemoinho
Nem escolhi esse caminho!
Só por crer em outras ações
Só por não ver essa opção
por encontrar ondas no sertão?
Deixo-me ir no movimento
Não creio na associação
na lei que homens inventam
Creio nas leis da alma
Creio no olhar, na ação
formiga que leva grão e outro grão
Bilá Bernardes

3 comentários:

Carol Shineider disse...

Belíssima poesia Bilá. Tão denso conteúdo em tão poucas palavras!
Dê um pulo no meu blog: http://carolshineider.blogspot.com.br/

Abraço, Carol Shineider

Fanzine Episódio Cultural disse...

O Natal está chegando, e para você que pretende presentear uma pessoa querida e especial, uma boa opção é o livro: “NO ESPÍRITO DO NATAL”, do autor e dramaturgo machadense Robson Leal Pereira, com prefácio escrito por Cônego Walter M. Pulcinelli.
O livro encontra-se à venda na Livraria Ágape (antiga Livraria Católica), na esquina da Rua Dom Hugo com a Joaquim Floriano, pelo valor de R$ 10,00.
Contato:
Robson Leal Pereira
Caixa Postal, 010
37750-000
Machado-MG
(35) 9119-6723
machadocultural@gmail.com

Mariana disse...

Esse poema tem muito de certo, porque a maioria das vezes um não escolhe o caminho, senão que chega, e quando menos o esperamos.
Eu achava que nunca ia me casar e meu marido tocou a minha porta com um delivery em moema... até agora não posso acreditar esse momento!